Redação Afya - jun 10, 2020

Conheça as vantagens de fazer uma segunda graduação

Retornar ao ensino superior é uma questão que passa pela cabeça de diversas pessoas, mas será que fazer a segunda faculdade é uma boa escolha? 

Podemos afirmar que sim! As vantagens de realizar a segunda graduação são enormes. Não só existem benefícios no decorrer do curso, como também no mercado de trabalho - o profissional que tem mais de uma formação ganha destaque.

Quer entender as principais vantagens dessa alternativa? Continue a leitura!

graduacao_afya-1

 

1- Você já sabe como estudar

É verdade que o investimento de tempo para fazer um curso superior é alto, no entanto,  o tempo investido na segunda graduação não chega perto de todo o trabalho que você, na época de estudante, teve para obter seu primeiro diploma.

Pergunte para qualquer pessoa que você conhece e que tenha feito  uma segunda graduação e terá a resposta: a faculdade fica mais fácil.

Na primeira vez que colocamos os pés dentro de uma instituição de Ensino Superior somos surpreendidos com um mundo novo. Não sabemos o que esperar e normalmente iniciamos esse período com a mentalidade do Ensino Médio.

Quando você pisa pela segunda vez, mesmo que seja em outro curso, a história é outra. O ritmo de estudos, as avaliações e até a lógica institucional deixa de ser uma novidade.

Somado a isso, você já sabe como estudar, quais artigos deve ler, quando procurar o professor e de que forma se preparar para os trabalhos e provas.

2- O tempo de formação é menor

Como se já não fosse bom o bastante estar familiarizado com a formação superior, outra vantagem da segunda graduação é que seu tempo dentro da faculdade poderá ser menor do que na primeira experiência, principalmente se os dois cursos forem de áreas relacionadas (como os cursos da área da saúde).

O que ocorre é que os créditos da sua primeira formação são aproveitados. Por exemplo, se você já tem formação nas disciplinas de Filosofia e Metodologia Científica, e a ata da matéria é semelhante com a que é ministrada atualmente, não terá motivos para passar de novo pelo mesmo aprendizado.

Sendo assim, pode ser que você até comece sua segunda graduação ainda no primeiro período, mas diversas disciplinas serão cortadas ao longo do curso.

3- A segunda graduação permite mudar de carreira

Nem sempre a escolha da primeira formação é bem pensada, não é mesmo? Temos que escolher uma carreira enquanto ainda estamos no Ensino Médio e sem ter muito conhecimento sobre o mercado de trabalho ou a atuação profissional da área.

Diante este cenário, é comum encontrar pessoas que ficaram insatisfeitas com as profissões escolhidas. Entretanto, fazer a transição para outra carreira é um processo difícil, já que qualquer nova função vai exigir de você uma gama de competências que talvez não façam parte da sua formação atual. 

A segunda graduação pode facilitar este processo. Além de oferecer uma base de conhecimentos e práticas próprias de determinado campo, essa formação habilita seu ingresso em mercados específicos e regulamentados.

Imagine, por exemplo, que você não tem mais tanto prazer em trabalhar na área que escolheu, mas descobriu que gosta da advocacia. Para migrar do atual cargo para esse novo campo é preciso fazer o curso superior em Direito.

Ao longo da formação você adquire o conhecimento necessário para sua atuação profissional e o diploma oferece a possibilidade de fazer a prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e obter seu registro profissional. E com ele (o registro profissional) é possível seguir uma carreira na área de Direito.

4- O mercado de trabalho gosta de pessoas versáteis

Em um mercado de trabalho dinâmico, como no Brasil, as empresas constantemente estão buscando alternativas para se tornarem mais competitivas, reduzindo custos, mas mantendo a qualidade de seus produtos e serviços.

Nesse processo existem constantes demissões, troca de colaboradores e mudanças de políticas internas. Nem todas as pessoas conseguem se adaptar a essas transições e um tipo específico de colaborador sempre se destaca: o versátil.

Quem é capaz de atuar entre diferentes áreas, assumir responsabilidades diferentes e demonstrar domínio em atividades novas, se destaca perante as empresas. Essas habilidades são essenciais em épocas de mudanças e de competição acirrada.

Tendo uma segunda graduação, você se torna esse profissional. O conhecimento extra sobre uma área diferente permite melhor adaptação para as novas demandas e sem prejudicar seu desempenho.

5- Na segunda graduação você ganha desconto nas mensalidades

Mas não é só o mercado de trabalho que beneficia quem tem uma segunda graduação. As faculdades também valorizam as pessoas que querem voltar a estudar e conquistar um novo diploma.

Por isso, diversas dessas instituições possuem programas de ingresso facilitado (comumente chamado de obtenção de segundo título ou matrícula para portador de diploma) nos quais você não precisa fazer a prova do vestibular para conquistar sua vaga.

Além disso, outros benefícios são oferecidos. Nas faculdades da Afya Educacional, por exemplo, o estudante que busca ter sua segunda graduação tem desconto nas mensalidades do curso.

Levantados todos esses pontos em consideração, podemos concordar que as vantagens de obter uma segunda graduação compensam o tempo investido, não é mesmo? Comece agora a pensar qual curso fará para dar um salto na carreira!

Quer receber avisos sempre que colocarmos novos conteúdos aqui em nosso blog? Assine a nossa newsletter, receba essas informações e vários conteúdos exclusivos diretamente em seu e-mail!

Escrito por Redação Afya