Redação Afya - dez 18, 2020

Redação: saiba a solução para 6 dúvidas de português

Além de treinar a sua capacidade de interpretação de texto, para alcançar um bom desempenho no ENEM e, especificamente, na redação dessa prova, é essencial dominar a norma culta da língua portuguesa. Ter esse entendimento significa saber sobre várias regras importantes da gramática, esquivando-se de cometer erros que poderiam ser evitados por meio da leitura e da informação.

Prepare-se: aqui vão algumas dicas de português que podem te ajudar a evitar erros na redação do ENEM, nas questões de linguagem e, claro, também nas conversas cotidianas.

Isso ou aquilo?

Saber as soluções para algumas questões da gramática é fundamental para não ter a sua pontuação prejudicada. Que tal começar esse treino agora? Confira algumas respostas para dúvidas comuns na língua portuguesa:

1- Porque, por que, porquê ou por quê?

  • ‘’Porque’’ (Junto e sem acento) funciona como uma conjunção, ligando duas ideias.

Exemplo: Ela não fez o bolo porque não tinha fermento.

  • Enquanto isso, ‘’Por que’’ (Separado e sem acento) é usado quando pode ser acompanhado de uma palavra oculta, como ‘’razão’’ (por que razão) ou ‘’motivo’’ (por que motivo). Também é utilizado quando for válida a substituição por ‘’pelo qual’’ e suas flexões.


Ex 1: Não entendo por que ela não gosta de mim! (Observe que seria possível inserir a palavra ‘’razão’’ após ‘’por que’’)

Ex 2: Ela ainda não me contou o motivo por que está triste. (Observe que ‘’por que’’ poderia ser substituído por ‘’pelo qual’’)

  • ‘’Porquê’’ (Junto e com acento), por sua vez, funciona como um substantivo. É usado para tratar sobre o motivo, a razão de algo.

Ex: Não entendo o porquê dela ter faltado a aula.

  • Por fim, ‘’Por quê’’ (Separado e com acento) deve ser usado no final de frases, antes de pontuações como o ponto final e o ponto de interrogação.

Ex 1: Ela faltou ao encontro. Por quê?

Ex 2: Ela afirmou que estava brava, mas não disse por quê.

2- Mal ou mau?

Um truque simples para não errar mais no uso dessas duas palavras é substituí-las pelos seus antônimos.’’Mal’’ funciona como advérbio e é o oposto de ‘’Bem’’. Enquanto isso, ‘’Mau’’ é um adjetivo, contrário à palavra ‘’bom’’. Se a substituição na frase for possível, o uso está correto. 

Ex 1: Hoje estou me sentindo mal/ Hoje estou me sentindo bem.

Ex 2: Ele é um homem mau/ Ele é um homem bom. 

3- Mas ou mais? 

Enquanto ‘’mas’’ funciona principalmente como uma conjunção adversativa, substituindo termos como ‘’porém’’ ou ‘’entretanto’’, ‘’mais’’ atua, na maioria das vezes, como um advérbio de intensidade. Apesar disso, essa última palavra pode também exercer a função de conjunção aditiva, substantivo, preposição ou pronome indefinido.

Ex 1: Eu não fui ao evento, mas ela foi.

Ex 2: Eu quero mais dias de férias. 

4- Meio ou meia?

Quando a palavra ‘’meio’’ tem sentido de advérbio, significa ‘’um pouco’’ e acompanha um adjetivo. Dessa forma, não flexiona em gênero. O termo ‘’meia’’, por sua vez, quando representa uma quantidade, se refere a um substantivo e deve, por tanto, concordar em gênero com ele.

Ex 1: Hoje estou me sentindo meio confusa.

Ex 2: Comi meia banana no café da manhã.

5- Através de ou por meio de?

A expressão ‘’através de’’ só deve ser usada quando o sentido a ser exprimido é realmente de atravessar algo (uma rua ou ponte, por exemplo). Se essa não for a ideia desejada, prefira usar ‘’por meio de’’.

Ex 1: O cachorro chegou ao estabelecimento através da rua

Ex 2: Ele conseguiu dinheiro por meio do seu trabalho

6- Este ou esse?

O pronome demonstrativo ‘’este’’, é usado para apresentar uma ideia que ainda não foi mencionada pelo texto. Além disso, também possui a função de demonstrar proximidade de quem fala.

Enquanto isso, ‘’esse’’ tem a função de fazer referência a um termo que já foi citado anteriormente, rememorando-o e, consequentemente, ajudando a evitar a repetição de termos. Também pode construir a ideia de proximidade de quem ouve.

Lembrando que assim também funciona para as variações desses pronomes.

Ex 1: Este copo de água é meu (Observe que ‘’este’’ indica proximidade de quem fala)

Ex 2: A resposta para a questão é esta: x=3 (Observe que ‘’esta’’ é usado para mencionar uma ideia que ainda não foi citada)

Ex 3: Esse carro é seu? (Observe que ‘’esse’’ foi usado para indicar proximidade entre o objeto e o ouvinte)

Ex 4: O meu colar é feito de pedras. Esse acessório é meu preferido (Observe que ‘’esse’’ foi usado para retomar algo que já foi citado)

Não pare por aqui!

Mesmo depois de saber algumas regras básicas da gramática, é importante não parar o seu estudo por aqui. Uma excelente forma de colocar os conhecimentos adquiridos em prática é testando a sua escrita para a redação. Para isso, você pode usar as propostas de tema das edições anteriores do ENEM. Essa é uma ótima maneira de se adaptar ao formato e estilo de cobrança desse teste.

Depois de aprender algumas dicas de português para serem aplicadas no seu vocabulário, que tal ampliar ainda mais as suas chances de conquistar a nota 1000 na redação do ENEM? Clique aqui e conheça dicas que podem te ajudar nessa missão!

Escrito por Redação Afya

    Banner_InfoEnem

    Categorias

    Veja todos