Redação Afya - fev 2, 2022

Como se dar bem no primeiro semestre da graduação

A vida é um ciclo de incessantes recomeços. Mas, embora já tenhamos vivenciado vários deles em nossas jornadas até aqui, cada um parece único e completamente novo. E que bom que é assim! Sentir que o início da sua graduação é um momento a ser celebrado e tratado com respeito é o ponta pé necessário para que esta seja também uma etapa bem-sucedida.

Para ajudá-lo a conquistar os seus objetivos desde o primeiro semestre, nós escrevemos este artigo. Boa leitura!

Pule de cabeça

Você provavelmente escutará de muitas pessoas que durante o primeiro semestre o melhor a se fazer é concentrar-se nas aulas para conhecer o ritmo do curso antes de envolver-se em atividades extracurriculares. O ideal, porém, é fazer exatamente o contrário.

A maioria dos calouros ainda não têm compromissos, como estágios e/ou empregos, aos quais precisam se dedicar diariamente. Se este é o seu caso, então, aproveite o primeiro semestre da graduação para pular de cabeça em projetos de extensão; explorar livros e artigos disponíveis na biblioteca; e participar de oficinas oferecidas fora do horário de aula.

Na prática, as matérias do início do curso são mais introdutórias e requerem menos esforço do que as dos semestres seguintes. Além disso, quando se está acostumado a lidar com mais de dez disciplinas na escola, a grade curricular universitária não é nenhum monstro de sete cabeças.

Por fim, oferecer-se como voluntário nos laboratórios da faculdade também é uma excelente opção a ser considerada logo no início. Junto às conexões que poderão ser criadas com pessoas que conhecem a área, você adquirirá a experiência necessária para conseguir o seu primeiro estágio no semestre seguinte. Um currículo com trabalhos não remunerados destaca-se aos olhos dos recrutadores, pois demonstram interesse, disponibilidade e resiliência.

Deixe a vergonha em casa

Quando entra em uma sala de aula, você procura logo a última fileira de carteiras e senta-se preocupado em não chamar atenção? Embora seja natural, este comportamento não trará nenhum benefício à sua vivência acadêmica ou profissional.

A insegurança em participar das aulas não cabe só a você. Na verdade, ela é fruto de uma cultura social bastante competitiva, com a qual nos acostumamos à ideia de que existem pessoas infalíveis. No entanto, tal ideia não passa de mera ilusão.

Em sua graduação e até no mercado de trabalho posteriormente, você aprenderá muito mais a partir dos seus erros do que de seus acertos. Além disso, hoje mais do que nunca, empresas e marcas estão em busca de inovadores, pessoas que pensam fora da caixa e que se arriscam. Para ser capaz de fazer isso, contudo, é preciso encarar a possibilidade do erro e ir fundo.

Assim, não deixe de sentar bem à frente do quadro e de erguer as mãos para uma pergunta sempre que o momento for pertinente. Ou seja, sem interromper o professor e/ou seus colegas de turma. Muitas vezes, outros também têm a mesma dúvida, só não partilham da sua coragem para assumir que não sabe e, dessa forma, aprender.

Atender a eventos da faculdade, criar grupos de estudo, adicionar seus colegas nas redes sociais e até o simples ato de cumprimentá-los quando de passagem pelo campus são boas maneiras de deixar uma marca positiva na memória das pessoas. O que, no futuro, pode significar uma recomendação a uma vaga que você deseja muito, um sócio para o seu escritório, etc.

Leia também:

Coloque seus estudos em primeiro lugar

Estabelecer uma rotina em cujo centro está o seu desempenho acadêmico fará com que o primeiro semestre da sua graduação seja mais proveitoso e, de certo modo, até mais fácil. Isso porque lidar com as novidades deste novo momento de vida, muitas vezes, é a parte mais desafiadora. Logo, uma vez que suas atividades estiverem em ordem para que seu tempo de estudo seja sempre preferido a outros compromissos, você não se sentirá tão ansioso e sobrecarregado.

No entanto, nós sabemos que ingressar em uma faculdade não envolverá somente a sua vida profissional. Reservar um tempo para sair com os colegas de curso e para frequentar festas universitárias, por exemplo, também é muito importante. Inclusive, para você conseguir tirar o máximo desta experiência, seu autocuidado social precisa estar em dia. Portanto, organize a sua agenda sempre buscando o equilíbrio e mantendo os cadernos como prioridade.

Veja também:

Entregue trabalhos bem feitos

Sessenta, definitivamente, não é 100. Via de regra, é mais comum ouvirmos estudantes da área de Exatas dizerem que alcançar os 60 pontos necessários para não repetir em uma matéria é tão bom quanto fechar o semestre com 100. Mas a verdade é que todo mundo passa por essa tentação durante a graduação.

Após alguns semestres, estágios e empregos podem acabar desbancando os estudos na lista de prioridades dos alunos. Neste contexto, alcançar a média para passar em uma ou mais disciplinas torna-se a única meta, sendo muitas vezes compreensível, visto que experiências práticas às vezes superam conhecimentos teóricos. Entretanto, se você acha que isto vale a calouros como vale aos veteranos de curso, pode tirar o seu cavalinho da chuva.

No primeiro semestre, você deve se empenhar ao máximo para conseguir boas notas e elevar sua média estudantil, com todo o gás de quem acabou de começar. Um bom resultado acadêmico pode fazer total diferença na hora de conseguir uma bolsa de estudos a fim de realizar uma pós-graduação ou um mestrado no exterior, por exemplo.

Além disso, trabalhos bem feitos podem chamar a atenção de professores que, mais tarde, se lembrarão de você quando receberem pedidos de indicação. Outros docentes também serão capazes de enxergar nas suas ideias oportunidades de participação em prêmios e/ou congressos, entre outros eventos da área.

Começando com o pé direito

Todo mundo já ouviu alguma expressão sobre primeiros passos ou sobre primeiras impressões. Bom, na prática, algumas coisas podem ser vistas dessa forma, sim. Inclusive, quando estamos falando sobre o início de uma graduação.

Portanto, não deixe para alavancar a sua carreira quando já estiver quase com as mãos no diploma. Pois, a cada escolha, novos caminhos se abrirão diante você, com novas oportunidades que definirão os rumos da sua história.

E, falando em boas escolhas, aqui vai uma lista das faculdades e dos centros universitários que você precisa conhecer antes de decidir onde vai estudar em 2022. Inscrições abertas até março!

Escrito por Redação Afya

    Assine e mantenha-se informado!

    Receba mensalmente os assuntos mais acessados no nosso Blog.

    banners-05