Pedro Ramos - jul 10, 2019

O que faz um Engenheiro Agrônomo

Optar por uma profissão pode ser algo complexo e pode gerar uma série de dúvidas. Por isso, entender o que faz um Engenheiro Agrônomo poderá auxiliar você a escolher cursar Agronomia em uma das melhores instituições de ensino superior do Brasil.

Profissão em crescimento constante no país, o profissional de Agronomia atua com as áreas agrícola e pecuária, entendendo as necessidades do campo, com o objetivo na melhoria da cadeia produtiva e da qualidade de rebanhos, insumos agrícolas, plantações e lavouras. Descubra neste blogpost, como ser Engenheiro Agrônomo, o que ele faz e onde poderá atuar.

Afinal, o que é Agronomia e qual é o papel do Engenheiro Agrônomo?

Um Engenheiro Agrônomo estuda as diversas formas pelas quais uma planta pode ser cultivada, geneticamente modificada e utilizada como alimento, medicamento ou demais produtos de diferentes áreas. Ele também se envolve no combate a pragas e doenças, projetos de irrigação, conservação do solo e até mesmo em áreas como gestão, zootecnia, marketing, inteligência mercadológica, agricultura 4.0, entre outras possibilidades.

Além das necessidades do campo, o Engenheiro Agrônomo busca melhorias de produtividade e qualidade de rebanhos, plantações e lavouras. Com a ascensão do agronegócio, para se tornar um profissional de excelência, é essencial buscar uma formação superior de qualidade. Tanto na Unitpac quanto na ITPac, universidades que oferecem cursos de Agronomia, ambos com duração de 10 semestres, em modalidade presencial e turno noturno.

Segundo o portal do agronegócio, no Brasil há mais de 5 milhões de propriedades rurais e mais de 25 milhões de produtores rurais. Assim, o agronegócio é responsável por mais de 25% do PIB nacional e de mais de 30% dos empregos e exportações no Brasil. Desta forma, o papel do Engenheiro Agrônomo tem se tornado essencial e de ampla valorização nos dias atuais.

eng-agronoma-afya

Onde atuar

A área de atuação de um Engenheiro Agrônomo é extremamente ampla e as oportunidades surgem constantemente para o profissional graduado na área. São diversas as funções e áreas de atuação, o que permite com que seja absorvido rapidamente pelo mercado de trabalho. Pelo Brasil ser um dos principais fornecedores mundiais de grãos e carne, trata-se de uma área com destaque e valorização.

Graças à tradição do Brasil por ser um país voltado para as produções rurais, o agronegócio ainda é a principal área de atuação deste profissional – que busca tecnologias para melhorar de forma sustentável – a produção agrícola e pecuária. Na administração rural, ele pode planejar estrategicamente todo o ciclo do plantio, coordenando os times de trabalho, equipamentos, bem como a compra dos insumos necessários para a atividade.

Já na área sanitária, ele pode cuidar na prevenção de doenças que acometem a saúde de animais e plantas. Na indústria de alimentos, ele poderá supervisionar os processos de industrialização e comercialização de insumos de origem animal e vegetal. Ou até mesmo responder pela parte de distribuição e venda dos produtos de uma empresa.

Além da iniciativa privada, o agrônomo pode atuar no setor público, especialmente nas áreas de fiscalização, ou em ministérios e secretarias municipais e estaduais. Como autônomo, a consultoria é uma possibilidade de alta relevância no mercado para os produtores que precisam de assistência técnica, assessoria de construção rural, vistorias e perícias.

Agora que você já conhece mais sobre a profissão de agrônomo, não deixe de pesquisar mais sobre a graduação em Agronomia da Unitpac e do ITPAC e decida por uma das melhores instituições de ensino do país.

Conheça a AFYA

Escrito por Pedro Ramos