Redação Afya - set 29, 2021

Como ter uma formação empreendedora ainda na faculdade

De acordo com o Global Entrepreneurship Monitor, o empreendedorismo é visto como uma boa escolha de carreira no Brasil. Bom, isso pode até ser novidade para os gringos, mas não para nenhum brasileiro. Seja para se esquivar de crises econômicas ou para testar ideias inovadoras, empreender tornou-se parte da cultura do nosso país.

Esse aumento de interesse pelos negócios, porém, gerou mais concorrência entre empresários e microempreendedores. Portanto, se você quer fazer parte desse ramo, continue lendo este artigo para saber como se destacar na multidão antes mesmo da formatura.

Aproveite os recursos materiais e imateriais disponíveis

Não é à toa que as universidades têm este nome. Elas são mesmo espaços onde vários universos encontram-se, promovendo a argumentação de ideias, a mistura de costumes e a transformação de paradigmas. Nesse sentido, o melhor a se fazer é estar aberto às experiências sediadas no campus em que você estudará. Você pode se surpreender com o quanto uma conversa pode te render em insights para o negócio dos seus sonhos ou até em parceiros para criar uma sociedade.

Assim como é possível aprender muito com colegas vindos de diferentes backgrounds, não se esqueça de que seus professores estão ali para iluminar o seu caminho à vida profissional. Às vezes, a ementa da matéria será um indicativo de que ele pode te auxiliar a empreender. Noutras, a afinidade que existir entre vocês durantes as aulas lhe dará a segurança para procurá-lo atrás de conselhos. Em ambos os casos, o mais importante é engolir a vergonha e pedir ajuda sem medo.

Por fim, explore os recursos de cada laboratório, clínica e núcleo de práticas profissionais disponíveis aos alunos do seu curso. Esperar que os conteúdos ensinados em sala reúnam tudo que você precisa (ou simplesmente pode) aprender na graduação é um erro muito comum. Então, comece a “empreender” desde o primeiro período, pegando equipamentos emprestados e desenvolvendo projetos extracurriculares.

Procure estágios na área em que deseja empreender

Por mais que trabalhar para os outros pareça contraprodutivo a quem deseja empreender, todo curso exige certa carga horária de estágio obrigatório. Além disso, há pelos menos duas razões que se deve considerar antes de recusar uma oferta, com explicaremos abaixo.

Experiência nunca é demais

Aprender o que funciona, o que pode ser aprimorado e o que deve ser definitivamente deixado para trás. Estes são os principais benefícios de estagiar em empresas, agências e/ou escritórios do ramo no qual você pretende empreender.

Erros fazem parte da história de qualquer negócio de sucesso. No entanto, ser capaz de evitar alguns (em especial os catastróficos) por conhecimento de causa, com certeza, será uma grande vantagem em relação à concorrência.

Capital de giro, também não

Nós sabemos que a maioria dos salários de estágio não são lá essas coisas. Mas, como diz o ditado: de pouco em pouco a galinha enche o papo. A partir de uma reserva feita durante a graduação, principalmente por quem ainda não tem contas fixas, pode-se adquirir a estabilidade financeira necessária para começar um negócio de forma sustentável, pagando fornecedores e funcionários sempre em dia.

Esperar um pouco mais para abrir a própria empresa pode ser frustrante. Porém, talvez seja esse tempo que vai fazer a diferença entre prosperar ou acabar como a maioria das empresas no Brasil, que fecham em seu primeiro ano.

Escolha a instituição de Ensino Superior ideal para você

Os itens anteriores tratam de dois valores comumente subestimados pelos estudantes: a experiência e o networking. Isso porque, em sua maioria, eles entram na faculdade pensando apenas no diploma. Porém, os contatos adquiridos ao longo dos anos e as oportunidades de praticar dentro e fora do campus são o real propósito de continuar os estudos após o colégio.

A partir destes dois pontos, fazer um curso superior já seria um investimento de peso na construção de um bom negócio. Mas, a frente das instituições tradicionais, estão os centros universitários que se dedicam a formar profissionais com visão de mercado. Logo, ingressar em um destes pode fazer toda a diferença em sua carreira como empresário.

Por último, se a sua dúvida é quanto à escolha do curso ideal para empreender, não precisa mais se preocupar. Absolutamente todas as áreas de estudo oferecem cursos com os quais é possível criar o seu próprio negócio. Alguns exemplos são:

  • Na Saúde, temos as consultorias com nutricionistas e a abertura de farmácias de manipulação.
  • Nas Exatas, temos programadores criando e hospedando sites e engenheiros de produção vendendo cursos de treinamento para empresas.
  • Nas Humanas Aplicadas, temos publicitários especializados em marketing criando as agências do futuro e contadores atendendo vários clientes em seus escritórios.
  • Na Arte, temos escultores com e-commerce e designers de moda abrindo suas próprias tecelagens amigas do meio ambiente.

Fizemos esta lista com o intuito de dizer: não se limite. O famoso psiquiatra suíço Carl Jung argumentou que as pessoas nascem originais e morrem cópias. Provar que esta premissa não vale para todo mundo é o valor inato de todo empreendedor.

Então, vá em frente! Dê o primeiro passo para tornar-se o seu próprio chefe e criar coisas inteiramente novas.

Ao contrário de muitas faculdades por aí, a Afya oferece uma formação empreendedora em todas as suas instituições de ensino. As inscrições para o vestibular já estão abertas. Escolha o centro universitário ou a faculdade mais próxima de você e inscreva-se:

Escrito por Redação Afya

    Banner_InfoEnem

    Categorias

    Veja todos