Redação Afya - out 30, 2020

Dicas para a redação do ENEM

Na hora de escrever a redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é preciso ter cuidado com os mínimos detalhes. A forma como você expõe suas ideias pode ser decisiva para a sua nota final. Cometer erros em excesso pode custar até mesmo a sua classificação.

Para treinar a escrita da sua redação, uma boa dica é praticar. Você deve aproveitar o tempo que possui antes do dia do exame para fazer o máximo de redações que conseguir. Essa prática te ajudará a desenvolver a habilidade de escrita e a memorizar algumas normas e exigências do exame.

Se você ainda está em atividades escolares, aproveite a disponibilidade dos professores de redação para tirar dúvidas. Você também pode fazer correções acompanhadas com esses profissionais.

O que preciso saber para fazer a redação do Enem?

Depois de praticar muito, é importante ter em mente algumas dicas do que fazer ou não ao escrever a redação do seu exame. Elas envolvem erros muitas vezes comuns, mas que precisam ser evitados se o seu objetivo é alcançar uma nota satisfatória. Algumas são:

Se atente ao gênero do texto

O Enem exige uma redação dentro do gênero dissertativo-argumentativo, em prosa. Estruturado em parágrafos, esse é um tipo de texto que tem como objetivo expor e defender pontos de vista por meio de argumentos sólidos e embasados.

Caso seu texto não esteja inserido nesses moldes, poderá ser desclassificado. Por isso é importante pesquisar sobre o gênero textual e praticá-lo ao máximo, evitando deslizes.

Tenha cuidado com gírias, expressões regionalistas e abreviações

Elementos como gírias e expressões regionalistas fazem parte de um vocabulário informal. Como a redação do Enem exige a linguagem formal, é preferível que esses recursos sejam usados apenas em conversas, diálogos ou redes sociais, no âmbito pessoal. Além de não se encaixarem no estilo de texto proposto, o corretor pode não entender o que você quer dizer, o que dificulta a compreensão do texto.

O mesmo acontece com as abreviações, como ‘’vc’’ para grafar ‘’você’’ ou ‘’pq’’ para escrever ‘’por que?’’. Normalmente usadas em diálogos online, essas modalidades não devem ser aplicadas na sua redação.

Evite frases longas demais

Frases longas demais podem dificultar o entendimento do texto. Além disso, quando

você opta por usá-las, as chances de se equivocar (em aspectos como a pontuação) são maiores.

Dê preferência para a ordem direta das frases

Procure não fazer uso da ordem inversa das frases para expressar uma ideia. Esse recurso pode fazer com que os seus conceitos não sejam entendidos ou sejam compreendidos com dificuldade e muito esforço. Por isso, seja objetivo e claro ao expressar as suas ideias.

Exemplo:

  • Não use: Fizeram a prova de matemática os alunos
  • Prefira: Os alunos fizeram a prova de matemática
Não use palavrões ou termos desrespeitosos

Ao fazer a sua proposta de intervenção, fique atento(a): ela deve respeitar a igualdade e a diversidade de gêneros, classes, religiões, raças etc. O uso de palavrões e termos desrespeitosos, além de ser considerado uma informalidade, pode ser entendido como desrespeito aos direitos humanos, o que é capaz de te fazer perder pontos. A quinta competência do exame (‘’Respeito aos direitos humanos’’) avalia esse fator.

Evite exageros

A chamada hipérbole é a figura de linguagem que consiste no uso, proposital, de expressões exageradas. Esse mecanismo é muito usado em produções artísticas de maneira geral, bem como em contextos informais. O seu uso, porém, não é bem-vindo na formalidade do texto dissertativo-argumentativo, por isso, tenha cuidado.

Exemplo

  • Não use: O campo de futebol é do tamanho do mundo
  • Prefira: O campo de futebol é grande
Não generalize

Usar expressões radicais como ‘’todo mundo’’, ‘’sempre’’ e ‘’sem exceções’’ normalmente não é a escolha certa para a sua redação. Utilizá-las pode demonstrar falta de entendimento sobre um tema ou até mesmo certo desconhecimento e desconsideração em relação às diferenças e minorias.

Exemplo:

  • Não use: Todo mundo ama futebol!
  • Prefira: Algumas pessoas gostam de futebol
Fuja de repetições

Repetir os mesmos conteúdos ao longo do texto, mesmo que usando palavras diferentes, não é uma boa ideia. Essa tática pode sugerir que você não tem argumentos suficientes para sustentar as suas ideias e está ‘’enrolando’’. Ao apresentar suas teses, prefira apostar na objetividade e na clareza.

Além disso, a repetição de palavras em um mesmo parágrafo também deve ser evitada. 

Evite a ironia/sarcasmo

Usar essas formas de expressão pode te distanciar do objetivo do seu texto, além de confundir os examinadores a respeito das ideias que você quer transmitir, por isso, prefira não utilizá-las.

Tenha cuidado com a pontuação

A pontuação é um fator que tem grande responsabilidade na construção do sentido do seu texto, por isso, tenha atenção ao seu uso. Fique atento(a) às vírgulas e seja cuidadoso com como o uso dos pontos de exclamação e interrogação. O primeiro pode expressar sentimentos e o segundo, dúvidas. Esses são dois sentidos que precisam ser construídos com calma e sabedoria no seu texto, já que são capazes de comprometer a sua nota.

Gostou de aprender um pouco mais sobre as dicas para se aproximar da nota 1000 na redação do Enem? Então que tal começar a praticar? Dê uma olhada nos temas das redações dos anos anteriores e refaça-as, simulando o momento de prova (com direito à cronometragem!).

Se preferir aprofundar mais ainda os seus conhecimentos, continue a leitura sobre redação do Enem conferindo o conteúdo: Como tirar nota máxima na redação do Enem? 

Escrito por Redação Afya

    Banner_InfoEnem

    Categorias

    Veja todos