Pedro Ramos - abr 8, 2020

Desafios na escolha da profissão, como podemos ajudar?

Mesmo ao final do ensino médio, boa parte dos jovens não sabem o que querem fazer da vida. Eles têm dúvidas sobre qual profissão seguir, se vale a pena ingressar em uma faculdade ou se é melhor já começar a trabalhar.

Essa dificuldade dos jovens em escolher uma profissão não acontece por acaso. Com 16, 17 ou 18 anos, temos pouca experiência profissional e mal conhecemos uma pequena parte das opções disponíveis para seguir carreira. Somado a isso, existem outros grandes dificultadores nessa escolha.

qual área seguir?A seguir falaremos sobre eles. Se você quer entender porque é tão difícil tomar essa decisão, continue a leitura!

Influência da família

Em primeiro lugar, a influência da família sempre tem um peso enorme na decisão que o jovem toma. De um lado existe a tradição de seguir sempre a mesma profissão (como no caso de famílias de médicos, odontologistas e advogados, nas quais isso é bem comum).

Por outro lado, há também uma cobrança constante para que o jovem escolha uma carreira que vai gerar bons frutos no futuro. Os familiares querem que o estudante siga por algum caminho repleto de oportunidades e com grandes expectativas de ganhos financeiros imediatos.

Mundo do trabalho

Outro grande dificultador é o mundo do trabalho. Infelizmente, durante o ensino médio pouco é falado sobre as profissões ou as exigências do mercado. Assim, o jovem acaba tendo pouco conhecimento sobre as principais tendências, a menos que ele pesquise por conta própria.

O grande problema disso é que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo e difícil de ingressar. As empresas têm buscado pessoas mais competentes e preparadas, e com uma formação mais específica. Sem saber disso, a chance de errar na hora de escolher qual faculdade fazer é grande.

Orientação profissional

A orientação profissional, que deveria ser a solução para esse problema, também é outro desafio que o jovem precisa enfrentar para decidir o que quer fazer em sua vida. Ao passar por uma avaliação, o estudante recebe informações que o ajudam a tomar uma melhor decisão.

Se por um lado isso é libertador (quase como uma luz no fim do túnel), por outro pode gerar confusões. A orientação profissional talvez seja diferente das expectativas da família ou das exigências do mercado, por exemplo. O que acaba colocando o estudante em uma posição difícil.

Sonhos, desejos e vontades

Além de todas essas complicações que atrapalham na escolha profissional, ao final do Ensino Médio o estudante também precisa considerar as próprias vontades. Afinal de contas, praticamente ninguém consegue terminar uma faculdade se não tiver ao menos um pouco de vontade de fazê-la.

Então, além de entender o mercado, lidar com as expectativas da família e escutar o que a orientação profissional está dizendo, o jovem também tem que pensar sobre como ele se sente ao se imaginar trabalhando na área X ou Y.

Não dá para negar que a escolha de uma carreira é uma tarefa difícil. Mas ela não é impossível. Em um primeiro momento você pode até achar que fará a escolha errada, mas com um pouco de pesquisa é possível, sim, escolher uma profissão que mais combina com seu perfil.

Para te ajudar nessa etapa tão importante da sua vida, criamos um guia que ensina como escolher uma profissão. Baixe e veja algumas dicas para o seu futuro profissional!

CTA LP AFYA E-book Profissão Ideal

Escrito por Pedro Ramos