Pedro Ramos - mar 18, 2020

Curso de Medicina: saiba como funciona o Internato

A faculdade de Medicina, que tem duração média de cinco a seis anos, é dividida em etapas teóricas e práticas, onde seus últimos semestres são chamados de Internato. Você já ouviu falar e sabe o que é Internato no curso de Medicina?

O Internato corresponde ao estágio obrigatório e seu funcionamento é regulamentado pelo Ministério da Educação (MEC). Entre os candidatos que vão fazer vestibular para Medicina, uma das dúvidas mais frequentes está relacionada a esse período. 

Algumas vezes, o Internato é confundido com a Residência Médica. No primeiro, o estudante ainda não se formou. Já o segundo se trata de um curso de especialização, portanto, só ingressa quem já tem diploma de graduação. 

Neste post, vamos tirar todas as suas dúvidas sobre o Internato. Conheça mais sobre esse período:

Como funciona o internato de Medicina?

De acordo com o MEC, todo curso de Medicina precisa obrigatoriamente ter um “estágio curricular obrigatório em regime de internato”. Neste período, os estudantes vão realizar atividades supervisionadas pelos professores da faculdade em hospitais ou clínicas próprias da instituição, conveniadas ou parceiras. 

Carga horária do estágio obrigatório

Pelo menos 35% da carga horária total da graduação em Medicina deve ser dedicado ao Internato. Em geral, os cursos organizam sua grade curricular para que os dois últimos anos sejam do estágio obrigatório. 

Atividades realizadas: como fazer Internato de Medicina?

O Ministério da Educação determina que, ao menos, 30% do tempo do Internato seja dedicado ao atendimento para Atenção Básica e em Serviço de Urgência e Emergência do SUS. Estas atividades devem ser voltadas para a área da Medicina Geral de Família e Comunidade. Os demais 70% devem incluir atendimentos nas áreas de Clínica Médica, Cirurgia, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Saúde Coletiva e Saúde Mental.

Rotina do estágio no curso de Medicina

O interno (nome dado ao estudante nessa fase) terá como rotina a realização de plantões que poderão atingir até 12 horas diárias, com limite de 40 horas semanais.

Estudando fora do Estado

O MEC prevê também que o colegiado do curso de Medicina autorize o estudante a realizar até 25% do Internato num Estado diferente de onde está localizada a instituição de ensino em que ele está fazendo a graduação. 

Dicas para aproveitar bem seu Internato

  •  Esse período da graduação é uma oportunidade riquíssima para praticar seus conhecimentos e se tornar um bom profissional. Esteja sempre atento à conduta dos médicos mais experientes. A observação é um ótimo caminho para o aprendizado.
     
  • A dica de observação vale também para os pacientes. Procure conversar com eles e ser delicado e empático. Você vai lidar com pessoas em situações extremamente sensíveis e sua intervenção deve ajudá-los!

  • Nunca tome qualquer decisão sozinho se não tiver 100% de certeza e não resolva qualquer caso grave sem auxílio. Lembre-se que você está no Internato para aprender e ainda não é um médico formado. 

  • Não se atrase para chegar aos seus plantões. Seus colegas já estão há 12 horas trabalhando e provavelmente estão bastante cansados. 

  • Leve sempre um lanchinho para seu plantão. Muitas vezes, você não vai conseguir fazer uma refeição com calma (como almoço ou jantar), então é bom estar prevenido. 

Se você está quase no final do curso de Medicina e vai fazer Internato em breve, é mais do que hora de começar a pensar (caso ainda não tenha definido) sobre o que você vai fazer depois de se formar. Para te dar uma ajuda nessa missão, criamos o “Manual de como estruturar um plano de carreira na Medicina”. Baixe agora e planeje seu futuro!

CTA LP E-book Medicina Carreira na Medicina

Escrito por Pedro Ramos