Pedro Ramos - jun 19, 2019

Como a tecnologia pode ajudar a rotina de um Engenheiro Agrônomo

Quem já estuda ou trabalha com Agronomia sabe que ela vai muito além de cuidar de plantações. Um bom agrônomo sempre lida com criações, administração, zootecnias e diversas novas tecnologias em seu dia a dia. No texto abaixo, mostramos alguns benefícios e aliados tecnológicos que tornam o trabalho do agrônomo melhor e mais eficiente. Não perca mais tempo e leia agora mesmo!

Sensores

Sensores inteligentes conseguem captar o estado fisiológico e sanitário da plantação, como está o de nutrientes no solo, a necessidade de água, bem como a presença de pragas e doenças. Junto com a tecnologia 4G, avisa ao agrônomo de onde ele estiver, facilitando bastante o seu trabalho cotidiano.

Além disso, esses sensores também permitem que o profissional de agronomia acompanhe o desenvolvimento das lavouras, com a presença de gráficos de performance que relatam o progresso da plantação por dias, meses e anos.

agronomia afya 2

Drones

Essas pequenas aeronaves que tiram fotos são a última novidade em tecnologia na agronomia. Mais eficientes e econômicas que os satélites, que tiram fotos poucas vezes no mês ou, até mesmo, no ano, os drones funcionam em tempo real e independem das condições climáticas do local a ser fotografado.

Além disso, permitem ao agrônomo perceber danos e pragas às plantações em tempo hábil para impedir o seu avanço e monitorar tratamentos e crescimentos das plantas. Deste modo, ele consegue melhorar e observar o uso adequado de fertilizantes, sementes e água nas lavouras.

GPS

Essa tecnologia já vem sendo aplicada há alguns anos na agricultura, sendo de absoluto sucesso para facilitar o trabalho do agrônomo e do agricultor. Além de auxiliar no monitoramento das plantações, permite a coleta de amostras do solo e mapeamento total e completo da produção.

Também permite controlar as máquinas durante o serviço e, por isso, aumentar a performance dos processos agrícolas e aperfeiçoar as tarefas, como sensor inteligente de ordenhadeiras e chocadeiras automáticas com controle de umidade.

Big Data

Com o tanto de informações geradas diariamente durante o trabalho do agrônomo, é preciso também uma tecnologia a mais para administrá-las. A análise de dados permite um melhor e mais eficiente fluxo de informações, a capacidade de analisá-las mais rapidamente e um planejamento mais efetivo, com uma criação de estratégias mais relevantes para melhorar a performance da agropecuária como um todo.

Além disso, essa tecnologia também é eficaz na troca de informações entre agrônomos e agricultores, permitindo uma tomada de decisões mais rápida e assertiva, baseada em dados reais e não mais de conhecimento empírico.

Mobilidade

Todas essas tecnologias no espaço rural só se tornaram possíveis com o surgimento da internet rural, visto que o sinal da internet normal costuma ser bem instável nos campos. Desta forma, o trabalho do agrônomo de controlar as máquinas, gerenciar a equipe e monitorar a produção pode ser feito remotamente, de qualquer lugar que ele estiver.

Junto com as outras facilidades citadas no texto, fica muito melhor obter informações agronômicas em tempo real, sem precisar contar com um grande número de trabalhadores. Por isso a tecnologia é cada vez mais adotada em grandes áreas de cultivo, além da zootecnia e administração.

De acordo com um artigo da EMBRAPA, algumas vezes, a tecnologia pode ser responsável por criar pragas mais resistentes. Portanto, ela deve ser utilizada juntamente ao conhecimento.

Se você quer adquirir este conhecimento em uma das melhores universidades do país e mora no Tocantins, você pode tentar o vestibular de agronomia na UNITPAC ou no ITPAC, por vestibular tradicional, agendado ou aproveitar a sua nota do ENEM. Está esperando o quê? Visite nossos sites agora mesmo!

Conheça a AFYA

Escrito por Pedro Ramos