Pedro Ramos - mai 17, 2019

Como a tecnologia pode ajudar a Medicina

Inovações tecnológicas rendem avanços para toda a sociedade, já que são essenciais para o desenvolvimento de qualquer campo de atuação. Na Medicina, então, não poderia ser diferente. O entendimento de como trabalhar com tecnologia na saúde foi crucial para salvar a vida de muitas pessoas e realizar descobertas, como a cura ou tratamento de doenças, simplificação de processos cirúrgicos invasivos, entre outros.

Em geral, os benefícios gerados proporcionaram um aumento na qualidade e na perspectiva de vida do mundo todo. Portanto, no conteúdo de hoje você verá quais são as novas tecnologias aplicadas à Medicina e como elas funcionam. Veja a seguir!

tecnologia e medicina afya

Telemedicina

Atualmente, já é comum desempenhar tarefas virtualmente, a exemplo dos profissionais que trabalham de casa por meio da internet ou das videoconferências com amigos e parentes que não estão presentes em um mesmo local. No campo da Medicina, essa realidade tornou possível a interação entre médicos e pacientes sem condições de estarem no mesmo espaço físico, além da emissão de laudos e exames à distância.  

Órgãos artificiais

De acordo com o MedGadget — jornal estadunidense —, o uso de órgãos artificiais podem se popularizar até 2021. O objetivo desses órgãos é de substituir as funções originais do corpo humano quando entram em falência, de forma que as filas de transplantes diminuam.

Desse modo, as mortes decorridas da espera de órgãos será reduzida. O FDA (US Food and Drug Administration) já aprovou o desenvolvimento de corações e pâncreas em laboratório; medida que representa a possibilidade de cura para a diabetes.

Recentemente cientistas israelenses produziram uma miniatura real de um coração em impressora 3D utilizando células humanas. Estes cientistas estimam que em 10 anos será possível imprimir órgãos para procedimentos de rotina em seres humanos.

Edição de genes

Um dos resultados do conhecimento de como trabalhar com tecnologia na saúde, a edição de genes consiste em uma cirurgia realizada diretamente em um gene para modificar a sequência do DNA (Ácido Desoxirribonucleico) no interior do cromossomo. Uma solução para alterar condições que levam pacientes a desenvolverem doenças graves como a fibrose cística ou a AIDS, causada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV).

O governo estadunidense já aprovou a realização dos primeiros testes em humanos, os quais serão utilizados em um tratamento de câncer, com o objetivo de descobrir os possíveis efeitos da imunoterapia.

Stents bioabsorvíveis

Uma das maiores preocupações de médicos e pacientes são os problemas cardíacos. Nos casos mais leves, é necessário a realização de uma angioplastia; inserção de ‘stents’ para desobstruir os vasos sanguíneos do coração. Normalmente, essas pequenas peças ficam no paciente por toda sua vida.

Contudo, com os ‘stents’ bioabsorvíveis, o objeto é absorvido pelo organismo após cumprir sua função, o que reduz dores e desconfortos no peito, comuns aos implantes metálicos.

A partir das descobertas de como trabalhar com tecnologia na saúde, a  Medicina pode se atualizar e desenvolver melhores técnicas para procedimentos mais complexos, além da criação de novas intervenções, como a cirurgia robótica e as pesquisas com células-tronco. De todo modo, são melhorias que contribuem para mais qualidade de vida para todos.

Agora que você já sabe como a tecnologia contribuiu para o avanço da Medicina, acesse o site e conheça nosso curso de Medicina e faça parte desse futuro!

Conheça a AFYA

Escrito por Pedro Ramos