Redação Afya - jul 16, 2021

10 dicas para definir a pretensão salarial

Ao procurar por vagas no mercado de trabalho, você provavelmente já se deparou com processos seletivos que questionam a sua pretensão salarial, certo? Essa pergunta é comumente usada pelas empresas como uma forma de promover um alinhamento entre as expectativas do candidato e a realidade da organização.

Alguns concorrentes, porém, podem se sentir um tanto quanto intimidados pela pergunta, temendo estipular valores extremos - inferiores ou superiores ao esperado pela empresa - e, por isso, serem desclassificados do processo seletivo. Porém, não há segredo: a definição de um valor bem ponderado é fruto de um processo que combina o estudo do mercado à autoavaliação do candidato.

E você: também já se sentiu inseguro no momento de definir a sua pretensão salarial? Então acompanhe a leitura e desmistifique essa etapa!

O que é pretensão salarial?

A pretensão salarial corresponde, basicamente, a uma faixa de valor estabelecida por um candidato para o salário que espera receber na ocupação almejada. Essa mensuração deve ser estipulada de acordo com estudos sobre o mercado e as expectativas pessoais de cada concorrente. Desse modo, o esperado é que o montante solicitado se encaixe em uma realidade tangível e satisfatória para ambas as partes envolvidas no processo seletivo: empresa e futuro funcionário. Caso isso aconteça, as chances de uma contratação tornam-se maiores.

Qual o melhor momento para informar a pretensão salarial?

Ainda que a determinação de uma pretensão salarial seja uma etapa importante nos processos seletivos, é fundamental que o candidato se atente ao momento de menção a essa expectativa.

Nos arquivos de currículos, ela só deve ser informada quando solicitada pelo recrutador. Nesse caso, o valor estipulado deve aparecer em destaque, preferencialmente próximo às informações pessoais do concorrente.

É comum que esse tema seja abordado apenas nas etapas de entrevistas. Durante os diálogos estabelecidos, é fundamental que o candidato atente-se à abertura dada pelo recrutador para que o assunto da pretensão salarial seja abordado.

O candidato só deve mencionar a sua expectativa quando for questionado sobre ela. Quando esse momento chegar, deve ser conduzido de forma firme e objetiva pelo requerente.

Como definir esse valor?

Se você pretende estipular uma pretensão salarial, saiba que precisará não apenas analisar o comportamento do mercado de trabalho, mas também fazer uma autoavaliação sobre suas expectativas e necessidades. Ponderando esses aspectos, você se certificará de que, caso aprovado para vaga, receberá um salário adequado e coerente com a sua realidade. Logo, as chances de se manter feliz e motivado na empresa aumentam. Torna-se mais fácil, então, construir uma carreira duradoura e próspera.

Conheça algumas dicas que podem guiá-lo nesse processo de ponderação e definição da pretensão salarial:

1- Organize sua vida financeira e sistematize seus gastos

Para entender a sua vida financeira, é necessário organizar os seus gastos: separe, em uma planilha, as suas despesas fixas e os desembolsos ocasionados por consumos não essenciais. Dessa forma, você conseguirá visualizar melhor qual o seu custo médio de vida e poderá, assim, pensar em um salário que se adeque a ele.

2- Rememore a sua trajetória profissional

Lembre-se de todas as suas experiências profissionais: empresas frequentadas, cargos ocupados, eventos presenciados e capacitações realizadas. Todas essas vivências te ajudarão a entender melhor o quão qualificado você está para o cargo almejado e, claro, sua posição em relação aos concorrentes.

Se a sua percepção é de que a sua trajetória te coloca em condição de destaque, por que não estipular um salário adequado à carreira que você construiu?

3- Entenda seu nível de experiência no mercado

Complementarmente ao entendimento da sua trajetória profissional, é importante que você passe por um processo de autoavaliação para definir o nível do cargo no qual você se encontra.

As denominações mais usadas pelo mercado são: júnior, pleno e sênior (Em ordem crescente de nível de cobrança, complexidade das tarefas executadas e tempo de experiência). É comum que os grupos mais avançados recebam salários maiores. Definindo qual das categorias melhor te representa, fica mais fácil estipular uma pretensão salarial.

4- Avalie o contexto econômico atual

Pouco adianta reconhecer as suas próprias competências e habilidades se a sua pretensão salarial não estiver alinhada à condição atual do mercado de trabalho. Por esse motivo, é essencial sempre acompanhar os jornais e portais informativos que trazem notícias sobre a economia e o comportamento do mercado. Dessa forma, você poderá entender com maior propriedade quais profissões estão em alta e quais passam por momentos de desvalorização, adaptando a sua expectativa salarial a cada contexto, inclusive os de crise.

5- Faça pesquisas

Alguns portais da internet são criados especialmente para expor ao público informações como o piso e a média salarial de diferentes cargos. Essa pode ser uma excelente fonte de busca. Outra estratégia interessante é ficar atento(a) aos próprios anúncios de emprego e sites de recrutamento e seleção, já que muitas vezes eles contêm a descrição de algumas oportunidades, incluindo a proposta salarial oferecida. Procure por publicações direcionadas à sua área e use os valores mencionados como referência!

6- Tenha o seu salário anterior como parâmetro

Caso você já tenha uma experiência profissional prévia, o seu salário anterior pode ser uma primeira referência para a construção da sua pretensão salarial para o próximo emprego. Tenha em mente, porém, que você - provavelmente - adquiriu novos saberes, competências e habilidades, bem como ganhou tempo de experiência no mercado. Considere esses fatores para ajustar a sua expectativa de salário.

7- Converse com profissionais da sua área

Trocar experiências e manter contato com profissionais da sua área pode te ajudar a ter uma noção maior sobre os valores de remuneração comumente oferecidos no ramo. Se sentirem-se à vontade, seus colegas poderão informar os salários que já receberam ao longo da trajetória profissional e até mesmo compartilhar com você opiniões diferentes sobre a pretensão salarial, abrindo a sua visão para que você construa a sua.

8- Considere os benefícios oferecidos

Antes de estipular a sua pretensão salarial, lembre-se de certificar-se a respeito dos benefícios oferecidos pela empresa para a qual se candidatou. Muitas organizações, ao recompensar os seus colaboradores, optam por conceder garantias como o vale-alimentação/refeição e os planos de saúde/odontológicos. Nesses casos, o salário líquido (a quantia recebida pelo funcionário após o desconto dos benefícios) pode acabar sendo inferior. Tenha isso em mente para estabelecer a sua pretensão.

9- Pense sobre o seu futuro na empresa

Muitas vezes, as empresas oferecem grandes oportunidades de crescimento dentro da própria organização. Consequentemente, as chances de que você conquiste um cargo mais elevado e um salário melhor são significativas. Dessa forma, talvez não seja tão essencial iniciar a trajetória na companhia exigindo um salário tão alto. Por outro lado, se a perspectiva de crescimento for reduzida, vale repensar essa decisão.

10- Tenha cuidado com os extremos

Estabelecer valores significativamente inferiores ou superiores aos encontrados nas suas pesquisas pode não ser uma boa ideia. Esses exageros podem culminar até mesmo na sua eliminação do processo seletivo. Por isso, mantenha-se atento(a)!

Estabelecer uma pretensão salarial não é uma missão impossível: basta se dedicar a estudos e pesquisas. Eles te ajudarão a estipular um valor compatível com o mercado e, ao mesmo tempo, adequado às suas necessidades e expectativas.

Agora que você já conhece algumas dicas para passar por essa etapa, que tal entender como usar as atividades extracurriculares a seu favor? Clique aqui e confira!

Escrito por Redação Afya

    Banner_InfoEnem

    Categorias

    Veja todos